Meu cachorro comeu uma bateria! Aqui está o que fazer (resposta do veterinário)

baterias

gráfico 3 aprovado pelo veterinárioOs cães são criaturas curiosas e adoram investigar itens novos ou interessantes com a boca e o nariz. Infelizmente, isso significa que eles costumam mastigar ou engolir objetos domésticos que provavelmente não deveriam! Baterias pequenas e modernas representam uma tentação especial. Ocasionalmente, os cães engolem uma bateria e isso cria uma situação extremamente perigosa. Neste artigo, exploraremos por que as baterias podem ser tão perigosas e o que fazer para dar ao seu cão a melhor chance de um bom resultado.

Divisor 1Por que as baterias são perigosas para os cães?

As baterias podem representar uma ameaça aos cães (e às pessoas!) De três maneiras.



  1. Eles podem bloquear fisicamente o intestino quando são engolidos, causando uma obstrução intestinal. Isso pode danificar o próprio intestino e deixar os cães muito mal. Esse problema seria mais provável em um cão menor ou com uma bateria maior. As obstruções intestinais em si podem ser fatais, especialmente se o intestino começar a diluir e dilacerar.
  2. As baterias são projetadas para gerar eletricidade. Dentro das condições úmidas do sistema digestivo, eles podem formar um circuito elétrico que queimará a mucosa da boca, estômago ou intestino. As queimaduras podem causar danos graves e até formar um buraco no intestino. Este é um risco particular com discos ou baterias de relógio, que podem começar a causar problemas em até 15 minutos.
  3. As baterias funcionam usando uma combinação de metais pesados ​​(por exemplo, chumbo, cádmio e lítio) e produtos químicos corrosivos fortes (ácidos como ácido sulfúrico ou soluções alcalinas como hidróxido de potássio). Se a bateria estiver quebrada ou perfurada, o ácido da bateria ou outros produtos químicos podem vazar e queimar ou envenenar as partes do corpo com as quais entram em contato. As baterias modernas são muito resistentes, mas queimaduras químicas ou envenenamento são sempre um risco.
baterias 2

Crédito da imagem: fotoblend, Pixabay



Meu cachorro engoliu uma bateria - o que devo fazer?

O primeiro passo é não entrar em pânico! Embora esta seja uma situação séria e necessite de atenção imediata, existem muitas intervenções para prevenir as consequências mais perigosas.

  1. Se possível, leve qualquer coisa que seu cão possa engolir para garantir que nada mais seja engolido acidentalmente (partes de um brinquedo, por exemplo). Certifique-se de que seu cão esteja longe de quaisquer outros objetos perigosos.
  2. Experimente e estabeleça o que seu cão comeu, da forma mais precisa possível, e aproximadamente quando foi comido. Pode ser necessário olhar para o brinquedo ou controle remoto para determinar quais baterias estão faltando.
  3. Entre imediatamente em contato com o seu veterinário local e transmita o máximo de informações possível a eles. Se o seu veterinário habitual não estiver aberto, ligue para uma clínica de emergência ou outro veterinário local - é imperativo que você fale com um veterinário o mais rápido possível.
  4. Siga o conselho do seu veterinário sobre o que fazer a seguir. Com base nas suas informações, eles poderão lhe dar conselhos profissionais sob medida para dar ao seu cão a melhor chance de um resultado bem-sucedido.
  5. Tenha cuidado se tiver manuseado alguma bateria, especialmente aquelas com vazamento. Certifique-se de lavar bem as mãos em seguida para remover quaisquer vestígios do fluido da bateria.

Que sintomas meu cachorro pode apresentar depois de comer uma bateria?

Quando uma bateria é engolida, ela vai da boca ao tubo de alimentação e ao estômago. Inicialmente, as baterias podem causar danos à boca, deixando queimaduras e feridas vermelhas nas gengivas e na língua - especialmente se tiverem sido perfuradas e o fluido da bateria estiver vazando. À medida que percorrem o tubo de alimentação, eles começam a irritar o revestimento e isso causa náusea, engasgo e vômito. Como a bateria atinge o estômago e potencialmente tenta entrar nos intestinos, o vômito é o principal sinal a ser observado. Se o estômago estiver muito danificado, os cães podem vomitar sangue, que frequentemente parece mais escuro do que o esperado (como pó de café). Se uma bateria emperrar ainda mais, os cães pararão de comer e ficarão muito desconfortáveis ​​com a barriga.



Que tratamento meu cachorro pode precisar depois de comer uma bateria?

Com base nas informações que você fornece e em um exame completo de seu cão, sua clínica veterinária local poderá recomendar o melhor curso de ação para suas circunstâncias específicas.

Diluição do ácido da bateria

É importante verificar a boca do cão para quaisquer sinais de queimaduras químicas ou danos, especialmente se a bateria estiver vazando. As queimaduras podem precisar de enxágüe e limpeza com bastante água para diluir os produtos químicos e evitar maiores danos. Se o tratamento veterinário for adiado por qualquer motivo, é aconselhável dar uma olhada por si mesmo se é seguro fazê-lo e enxaguar cuidadosamente com água da torneira quaisquer áreas vermelhas ou irritadas que encontrar. Esteja ciente de que seu cão pode se sentir desconfortável e se comportar de maneira incomum - apenas olhe dentro da boca do seu cão se achar que é seguro fazê-lo.

Indução de vômito em cães que comeram baterias

Quando os cães comem objetos incomuns que podem causar um problema, uma solução comum é dar ao cão uma injeção que causa vômito forte para trazer o item de volta. Isso geralmente não é recomendado com baterias devido ao risco de vazamento de seu conteúdo ao passar da boca para o estômago e vice-versa. Por favor, não faça seu cão vomitar em casa, pois isso pode causar problemas graves.



Exame de especialista veterinário doente dog_didesign021_shutterstock

Crédito da imagem: Ruth Black, Shutterstock

fazer apitos de cachorro funcionam para parar de latir

Raio-X para evidência da bateria

É comum fazer radiografias da barriga do seu cão, pois isso identificará a forma, o tipo e a localização da bateria dentro do cão. Também dá uma ideia se a bateria está vazando ou não. Isso ajudará a orientar futuras tomadas de decisão.

Monitorando a situação

Se a bateria estiver no formato correto e não estiver vazando, e seu cão estiver bem, seu veterinário pode recomendar monitorar a situação e ficar de olho. A solução mais simples é que a bateria atravesse o intestino inteira e saia pela outra! Isso só deve ser feito sob supervisão veterinária rigorosa, pois uma obstrução intestinal pode ocorrer a qualquer momento e em qualquer cão.

Cirurgia para obstrução intestinal ou vazamento da bateria

Em algumas situações, os riscos de permitir a passagem da bateria são muito altos. Isso seria mais provável com uma bateria com vazamento, um disco ou bateria de relógio ou uma bateria que está começando a emperrar e prejudicar o seu cão. Nestes casos, é muito mais seguro para o seu cão, a longo prazo, ter a bateria removida pela clínica veterinária. Isso pode ser feito por uma câmera flexível (endoscópio) se a bateria estiver no tubo de alimentação ou estômago, ou por cirurgia em outros casos.

A cirurgia para remover objetos da barriga de um cão é um procedimento muito comum em muitas clínicas e geralmente é concluída com rapidez e segurança. Quanto mais cedo essas intervenções puderem ser feitas, maiores serão as chances de seu cão se recuperar totalmente.

Um cachorro pode morrer por comer uma bateria?

Infelizmente, a resposta para isso é sim - um cachorro pode morrer ao comer uma bateria. As baterias podem causar obstruções intestinais, queimaduras elétricas e químicas no intestino, bem como envenenamento por metais pesados. Qualquer dano ao estômago e intestinos será muito doloroso e deixará seu cão muito mal em 24 horas. Se o trato digestivo for danificado a ponto de romper, isso pode matar cães rapidamente. Por essas e outras razões, é absolutamente vital buscar assistência e aconselhamento veterinário profissional desde o início. Quanto mais cedo o problema for identificado e gerenciado corretamente, menos complicações e consequências haverá para você e seu cão.

  • Leitura relacionada: Meu cachorro bebeu anticongelante! Aqui está o que fazer (nossas respostas veterinárias)

Divisor 2Resumindo…

Se um cão comer uma bateria, pode haver consequências fatais, pois as baterias podem apresentar vários perigos. Não entre em pânico! Com uma ação rápida e cuidadosa e os cuidados veterinários certos, você pode dar ao seu cão a melhor chance de um resultado bem-sucedido!


Crédito da imagem em destaque: Visor69, Pixabay

Conteúdo